O desconhecido Windows Fundamentals for Legacy PCs

Olá!

Conhecem o Windows Fundamentals for Legacy PCs?

Se a resposta foi negativa, saibam tudo sobre esta versão do Windows neste artigo!

O Windows Fundamentals for Legacy PCs é uma versão do sistema operativo da Microsoft baseada no Windows XP Embedded que é otimizada para ser utilizada em computadores menos capazes. Lançado em 8 de julho de 2006, o Windows FLP tinha como missão correr em hardware onde ainda estivessem instalados sistemas como o Windows 95, 98 ou NT 4 Workstation trazendo, no entanto, a segurança do Windows XP (Windows Firewall e atualizações), a sua compatibilidade e algumas funcionalidades novas.

Não sendo destinado a uma utilização doméstica, esta versão não foi disponibilizada ao público geral, estando somente disponível para empresas que quisessem atualizar o software do seu parque informático sem recorrer a atualizações de hardware.

Requisitos mínimos para executar o Windows FLP:

Processador Pentium 233 MHz (300 MHz recomendado)
Memória RAM 64 MB (128 MB recomendado)
Memória de disco 610 MB (1 GB recomendado)
Hardware gráfico 800×600

Como podem ver pela tabela acima, os requisitos são muito baixos, o que possibilita que, possivelmente, qualquer computador existente num parque empresarial o conseguisse correr sem dificuldades.

Num mesmo computador que fosse capaz de correr o Windows XP, o Windows FLP iria ter um melhor desempenho, visto ter uma menor carga a nível de serviços e às diversas otimizações que a Microsoft fez.

Claro que isto teria de ter os seus custos e a maior parte deles está ligada á não disponibilidade de várias aplicações e funções. Paint, Outlook Express e os clássicos jogos como o Pinball não estão disponíveis. Também não existe qualquer papel de parede (nem mesmo o lendário Bliss! 😥 ) e as proteções de ecrã também estão em número reduzido.

Mas vamos passar à ação e instalar este sistema operativo!

Comecei por criar uma máquina virtual e introduzir a imagem ISO que arranjei.

Depois de arrancar, este é o primeiro ecrã que me faz lembrar muito da instalação do Windows 2000. É, realmente, muito parecido!

Depois, temos a barra de carregamento do Windows XP FLP. Faz sentido, visto um ser baseado no outro. Digamos que uma vez que este sistema não se destinar ao mercado do consumidor doméstico não havia necessidade alterar coisas como estas. Além disso, temos de ver que na altura de lançamento desta versão, a Microsoft estava a tratar do Windows Vista e quando menos recursos fossem gastos melhor!

Finalmente, entramos na parte gráfica do processo! Isso mesmo! Diferente do Windows XP onde a primeira parte do processo é feita por teclado, nesta versão temos o Windows PE, ambiente de instalação que é usado até hoje pelo Windows.

É apresentado o contrato de licença, o qual aceitei.

A próxima etapa é escolher o modo de funcionamento do assistente de instalação. É aqui que as mudanças maiores começam. Visto o Windows FLP ter em mente ambientes empresariais em que a instalação é automatizada, temos a possibilidade de nos ligarmos a um ambiente de trabalho remoto e fazer a instalação a partir de lá.

Mesmo escolhendo a modo normal, temos ainda a possibilidade de introduzir um ficheiro XML já com todas as respostas ao processo de instalação. Podemos ainda indicar que o ficheiro está na rede e que é necessário o Windows configurar a ligação primeiro. Tudo isto, é possível graças ao Windows PE!

A próxima coisa a fazer é introduzir a chave de produto.

Depois da introdução da chave, é altura de configurarmos o Windows a nível de região e idioma.

Mais uma grande mudança! É possível escolhermos os componentes que queremos instalar no computador. Por padrão, temos 3 opções pré-feitas:

  • Minimum Configuration – contém o Ambiente de trabalho do Windows e o Ambiente de trabalho remoto;
  • Typical Configuration – contém o Ambiente de trabalho do Windows, o Ambiente de trabalho remoto e o Internet Explorer;
  • Full Configuration – contém todos os componentes.

A quarta opção possibilita a escolha total dos componentes a fazer parte do Windows.

Escolhendo essa mesma opção, é possível ver os componentes que podem ou não ser instalados:

Para terem uma ideia, a instalação mínima tem um tamanho em disco de 611 MB! Muito, muito pouco mesmo! :O

Escolhendo todos os componentes, é necessário em disco 1151 MB. Ainda assim, um valor irrisório!

A seguir, é necessário criar a partição de instalação do sistema.

Por padrão, a opção de formatação rápida não vem marcada.

É depois necessário introduzir o nome e a organização do utilizador.

Temos ainda de escolher um nome para o computador e uma palava-passe para o Administrator…

…que tem várias regras:

Mais uma pequena melhoria para as empresas: a possibilidade de definir, logo na instalação, várias definições de rede.

Também é possível especificar logo de o computador vai fazer parte de um domínio ou grupo de trabalho.

Finalizando o processo de recolha de informações, o Windows irá começar a ser instalado.

Depois do reinício, vemos novamente o carregamento do sistema que continua a apresentar-se como Windows XP.

Para terminar os trabalhos de instalação, temos o First Boot Agent (FBA).

Finalmente, vemos o logotipo do Windows Fundamentals for Legacy PCs!

O início de sessão é feito usando a conta Administrator. O nome anteriormente definido na instalação nada tem que ver com a criação de uma conta de utilizador.

Este é o primeiro contacto com o Windows FLP.

O menu iniciar está, praticamente vazio, existem ícones do Windows 2000 (como o da Reciclagem), se quem que acho que possa ter que ver com o nível de cores, e o Windows Messenger iniciou automaticamente.

E era mesmo o nível de cor! Colocando-o a 32 bits os ícones estão agora com a aparência do Windows XP!

O Internet Explorer que vem é, tal como no Windows XP, o 6 sendo possível atualizá-lo para a versão 8, última a ter suporte.

É também possível instalar o Service Pack 3 do Windows Embedded for Point of Service sem qualquer problema.

O Windows Messenger incluído é a mesma versão que vem com o Windows XP.

Inicialmente, não é possível aceder ao Windows Update, problema que ficou resolvido depois de instalar o SP3 e o IE8.

Tal como previsto, nada de jogos e o Windows também já se encontra ativado.

Uma vez que o SP2 está instalado, o Windows conta com firewall. Este era um dos grandes benefícios para as empresas. Só a firewall já é uma grande evolução em relação aos sistemas Windows 95, 98 e NT 4 Workstation que não possuem tal recurso.

A nível de personalização, o tema clássico está disponível, como sempre, não existem quaisquer papeis de parede padrões e existem apenas duas proteções de ecrã.

Por último, podemos ver que o tamanho de instalação corresponde, de facto ao anunciado:

Convido a todos a experimentarem este sistema operativo! É um Windows muito interessante e onde se pode aprender muito da forma como funciona o Windows!

Talvez até possa tentar viver uma semana com ele, tal como fiz com o Windows 2000. Basta pedirem (muito)! xD

Fiquem bem! 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: