Qual é a diferença entre um processador x86 (32 bits) e x64 (64 bits)?

Olá!

Os computadores são constituídos por vários componentes e, entre eles, está o processador que é responsável por processar toda a informação e é, para muitos, a peça mais importante de qualquer computador.

Os processadores atuais estão disponíveis em versões de 32 e 64 bits, mas desengane-se quem pensa que a versão de 64 bits é sempre mais rápida quando comparada com a de 32 bits e neste artigo vou mostrar quais são as diferenças entre cada uma das versões.

Quando estamos a falar de 32 ou 64 bits estamos a referir-nos à arquitetura do processador, ou seja, ao número interno de bits do processador, o que, simplificadamente, diz respeito ao número de cálculos que o processador consegue fazer de uma só vez.

Quantas operações consegue um processador fazer de uma só vez?

Bem, é aqui que a arquitetura do processador revela a sua importância. O número de operações é determinado elevando o algarismo 2 ao número de bits do processador e, no caso de um processador de 32 bits, corresponde a 2³²= 4.294.967.296. Ou seja, de uma só vez, o processador é capaz de resolver 4.294.967.296 operações.

O mesmo acontece no caso de uma processador de 64 bits: 2⁶⁴= 18.446.744.073.709.551.616, um valor extremamente elevado e muito maior do que o do processador de 32 bits.

Mas essa diferença nota-se realmente?

Bem, os valores acima referidos dizem respeito ao número máximo de operações mas nem todos os programas utilizados vão necessitar de 100% do processador.

Por exemplo: um programa como o Microsoft Office Word não vai, em termos normais, atingir o valor máximo oferecido por um processador de 32 bits. Logo, se o programa for executador em dois processadores totalmente iguais exceto na sua arquitetura e em computadores com as mesmas configurações a velocidade de abertura do programa será exatamente a mesma!

Já num jogo mais exigente ou num programa de CAD (Desenho Assistido por Computador), como é o caso do AutoCAD, vai ser facilmente necessário a execução de um número de cálculos superiores aos que um processador de 32 bits consegue executar de uma só vez.

Suponhamos que o programa precisa de efetuar 8.589.934.592 cálculos, que é exatamente o dobro do suportado por um processador de 32 bits. Se estes cálculos forem efetuados num processador de 64 bits, ocorre apenas um ciclo mas num processador de 32 bits é necessário que ocorram 2 ciclos, logo vai demorar mais do que um processador de 64 bits.

E os sistemas operativos também saem beneficiados do uso de 64 bits?

Claro que sim!

No entanto, o sistema operativo tem que estar preparado para o uso da arquitetura de 64 bits. Atualmente o Windows está disponível para ambas as arquiteturas mas nem sempre assim foi. O primeiro Windows que suportou oficialmente a arquitetura de 64 bits foi o Windows XP Professional, mas esta versão apenas existe em inglês e não foi amplamente divulgada. O Windows Vista foi, sem dúvida, o primeiro Windows que ofereceu um suporte total à arquitetura 64 bits.

Se recuarmos a 1995, o Windows 95 apresentava um kernel híbrido, ou seja, o kernel tinha partes que funcionavam em 16 bits e outras em 32 bits. Sim, o Windows 95 não era totalmente escrito para funcionar em 32 bits por causa da herança do MS-DOS que foi escrito para processadores de 16 bits.

Um processador de 64 bits consegue manobrar uma muito maior quantidade de dados e é por isso que apenas a versão de 64 bits do Windows consegue usar mais de 4 GB de memória RAM. Na verdade, não é uma limitação do processador mas sim do Windows. A Microsoft poderia programar as versões de 32 bits para suportarem muita mais memória RAM mas os dados iriam ter que formar “fila” para serem processados, pois um processador de 32 bits não iria conseguir dar conta do recado sem comprometer o desempenho total do computador (referência)!

FAQ – Frequently asked questions

É possível correr programas de 32 bits num processador de 64 bits?

Sim, o Windows de 64 bits contem o WOW64, que é um emulador que permite ao Windows oferecer suporte a aplicações 32 bits mesmo que o processador tenha arquitetura de 64 bits.

É possível correr programas de 64 bits num processador de 32 bits?

Não. O Windows não suporta tal, uma vez que não é possível dar os recursos avançados disponíveis num processador de 64 bits tendo um processador de 32 bits.

É possível correr a versão de 32 bits do Windows num processador de 64 bits?

Sim, embora o Windows nunca vá usar os todos os recursos do processador na totalidade.

É possível correr a versão de 64 bits do Windows num processador de 32 bits?

Não, uma vez que o Windows de 64 bits espera recursos não disponíveis num processador de 32 bits.

Fiquem bem! 😉

Anúncios

One thought on “Qual é a diferença entre um processador x86 (32 bits) e x64 (64 bits)?

Add yours

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: