Quais são as diferenças entre um vírus, um worm e um cavalo de troia?

Vírus, worms e cavalos de troia são todos programas com código malicioso que tem como objetivo alterar o funcionamento correto do computador.

Apesar de a maioria das pessoas pensar que tudo o que faz mal ao computador tem o nome de “vírus”, existe um conjunto de características que permite dar um nome específico ao programa malicioso e hoje vou explicar as diferenças entre três tipos de programas maliciosos: vírus, worms e cavalo de troia.

Vírus – um vírus é um código malicioso que tem como objetivo infetar o sistema, autocopiar-se e espalhar-se pelo computador e infetar novos computadores. Um vírus não pode atacar sozinho e tem sempre que infetar outro ficheiro para poder danificar software e hardware e espalha-se. Apenas entra em ação quando o utilizador abre um ficheiro que esteja infetado e apenas se espalha se o ficheiro infetado for copiado e levado até a um novo computador por um pen, por exemplo. Existem diversos tipos de vírus, desde aqueles que apenas se ativam em certos dias específicos, os chamados Time Bomb, entre outros.

Worm – um worm é um programa malicioso que, ao contrário de um vírus, não precisa de se alojar num ficheiro para infetar o computador. Além de se autocopiar, um worm pode espalhar-se usando a lista de contactos presente num cliente de email, anexando-se ao email, sem ser necessário qualquer interação por parte do utilizador, o que cria um aumento significativo do tráfego de rede e pode deixar a Internet mais lenta. Infetado o computador, o worm pode agir como se fosse o utilizador, podendo fazer TUDO, como apagar ficheiros, criar novos…

Cavalo de Troia – semelhante ao que aconteceu na Guerra de Troia em que o cavalo oferecido trazia dentro dele algumas surpresas, também assim é no mundo da informática. Um cavalo de troia é um programa que parece legítimo mas que, na verdade, é um impostor. Assim, o utilizador concede permissões ao programa quando o abre ficando o computador infetado e podendo assim o criador do cavalo de troia executar comandos que usando as permissões concebidas vão permitir acesso ao computador para fazer praticamente tudo.

Existem muitos outros tipos de software malicioso, como os spywares, mas a forma de garantir a proteção do computador é sempre a mesma: Usar o computador de uma forma responsável mantendo o Windows e todo o software atualizado e, se necessário, instalar um antivírus. Atualmente, o Windows já trás com ele o Windows Defender que é um antivírus mais que suficiente para a maioria dos utilizadores, mas, se usarem uma versão mais antiga, é necessário instalar um.

Quando me refiro a usar o computador de uma forma responsável refiro-me a:

  • Apenas usar programas genuínos e nunca de origem pirata;
  • Apenas abrir os anexos de email se estiverem à espera deles e forem de fonte confiável;
  • Apenas executar ficheiros de fonte conhecida e fiável.

Fiquem bem! 😉

Anúncios

5 thoughts on “Quais são as diferenças entre um vírus, um worm e um cavalo de troia?

Add yours

  1. O conteúdo é bom, o site podia ser melhor :s
    Pessoalmente não gosto do design, dificulta um pouco na procura de outras matérias.
    Ps: Continua a postar, tem algumas coisas interessantes 😀

    Gostar

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: